Fabricantes

Lista de produtos por produtor Wine&Soul

Quando começaram a sua aventura, em 2001, Sandra Tavares da Silva e Jorge Serôdio Borges não tinham nem vinhas, nem vinho. Mas tinham um sonho, uma fantasia, uma utopia, um projecto comum que selava uma vida em comum. Entregaram-se de corpo e alma ao seu projecto pessoal, um vinho intimista que interpreta e simboliza as suas vidas, um vinho a que chamaram Pintas. Percebe-se a escolha do nome ‘Wine&Soul’ como registo da empresa em comunhão com a entrega total ao vinho e ao projecto comum que abraçaram.
Começaram por fazer um vinho de garagem, vinhos de uma só vinha muito velha com mais de trinta castas misturadas, assumindo com naturalidade o espírito tradicional do Douro. Partilhavam o sonho de fazer um grande vinho, um vinho carnudo e selvagem que traduzisse com propriedade a paisagem monumental e selvagem do Douro. O Pintas representa o que o Douro tem de melhor na generosidade e entrega, grandeza e amplitude, fruta, dimensão e entusiasmo. Mais tarde chegaram os outros vinhos da Wine&Soul, o Pintas Character, o branco Guru, o Porto Vintage Pintas e o extraordinário Vinho do Porto 5G, um Vinho do Porto Tawny muito velho que resulta de um lote de vinhos muito velhos, alguns dos quais com mais de cem anos de idade.
Em 2009 surgiram os vinhos da velha e famosa Quinta da Manoella, uma propriedade belíssima orientada maioritariamente a sul com parcelas de vinha muito velha, vinhas com mais de cem anos e parcelas de vinha mais jovem, com cerca de trinta anos, seguidas por outras plantações mais recentes. O Quinta da Manoella Vinhas Velhas afirmou-se de imediato como um dos grandes vinhos do Douro.
A Wine&Soul transformou-se na imagem do Douro moderno, vinhos assentes em vinhas muito velhas, produções pequenas que manifestem de forma rigorosa a personalidade de cada vinha, a natureza especial de um terroir que é único no mundo. Vinhos elaborados sempre com intervenções minimalistas deixando que sejam o terroir e o ano agrícola a proclamar a expressão de cada vinho, deixando que sejam a vinha e a natureza a exprimir a sua retórica.
Sandra Tavares da Silva e Jorge Serôdio Borges procuraram por vinhas excepcionais no vale do Pinhão, o coração histórico dos grandes vinhos do Porto. Acreditavam e continuam a acreditar na associação entre Vinho do Porto e Douro empenhando-se em demonstrar que as grandes vinhas tradicionais usadas para os Vinho do Porto Vintage seriam igualmente capazes de produzir grandes vinhos do Douro.

por página
Mostrando 1 - 12 de 13 itens
Mostrando 1 - 12 de 13 itens